segunda-feira, 23 de maio de 2011

Sei lá, eu fico brava + A gripe me pegou

Foto do passeio no sábado
No título, eu falo primeiro da minha "brabeza" e depois da gripe, mas vou inverter a ordem das coisas e contar que peguei uma gripe cabeluda, venenosa, federal. Acordei no sábado com muita dor de garganta, queimação nas vias aéreas, coriza, dor. E veio piorando através do final de semana até agora. Aliás, hoje é o dia em que estou mais arriada, com dor até na boca. E muito medo de passar isso pro Miguel. Acredita que nesses 5 meses e meio de vida, ele jamais ficou doentinho? Tenho orgulho disso e gostaria que ele continuasse assim, livre de qualquer doença. Gripe afunda qualquer um. E pra piorar a situação, acabei de arrancar a unha do dedinho do pé! É, chutei sem querer o sofá e minha unha simplesmente levantou todinha. Ai, que dor!

Agora, o motivo da braveza é outro. Sábado eu estava no shopping e o Miguel quis tetão. Aí já viu, vocês sabem que eu odeio botar a turbina pra fora, só amamento em público (e devidamente coberta com fraldinha) se não tiver fraldário ou qualquer esconderijo que me proteja dos olhos maliciosos. Que nojo desses indivíduos!
Pois bem, shoppings têm fraldário e lá fui eu com o Miguel todo famintão. Chego lá, o que vejo? Uma ala para troca de fralda, uma para preparo de mamadeiras e um local mais escondido especial para quem dá o peito. E o que tinha lá? Um cacete dum pai, um homem, macho, cueca, peludo, sentado esparramado no sofá de amamentação como se estivesse na sala da casa dele. A mulher dele (acho que era) foi perguntar se eu iria amamentar (não, eu ia plantar bananeira, engolir espada e cantar o hino nacional). Puta da vida, dei as costas e fui lá pro corredor, botei a teta pra fora e amamentei o Mimi ali mesmo, em pé e me esquivando de quem passava, escondendo o alvo. Só entrei no fraldário e me sentei quando não sobrou nem um mosquito por lá. Que saco, a gente quer paz e privacidade e o que encontra? Eu não gosto de me expor, amamento onde for preciso, mas não gosto que seja perto de homens, porque boa parte fica espiando na sede de visualizar um mamilo que por descuido venha ser exposto. E também tem muita mulher que espia e eu acho o Ó.
Homem amamenta? Não? Então fora do fraldário, #@*%&!
#PRONTO FALEI#

8 comentários:

Than disse...

Puta q merda!
Eu odiava ter de amamentar em publico tb, e publico q eu digo é ate na frente de parentes, imagina um ser q eu nunca vi na vida????
Sexta tb fomos ao shopping e eu tb fui dar de mamar no fraldario (porem mamadeira, pq tetão ja era ha tempos, pena!). Minha mãe e minha irmã entraram junto, mas qdo eu vi uma moça entrar e vi q ela ia dar o peito, pedi pra minha mãe e irmã sairem. Justo ne! Imagino um homem! nossa, sem noção!

Espero q melhore dessa gripe!

Amei o post abaixo!

Bjos

Lica disse...

Amiga, tmb estou bem gripada e o pior é que não posso tomar nadica... :(
Qquanto a amamentar em público, tmb acho péssimo, por mim...Não recrimino quem não liga e saca os peitões pra fora, mas honestamente eu não gosto e farei como vc, me esconderei de olhares impertinentes...Acho isso uma coisa tão íntima!

Bjokas e melhoras pra vc!

Lyninha Carvalho disse...

flor, como eu gosto dos teus posts!
Menina como tu consegues fazer de qualquer assunto um post hilário. Continua postando pra gente!
beijos pra tu

Candycat disse...

Adriana. Quando eu estava grávida tb morria de vergonha só de imaginar amamentar em público e pra piorar, moro num pais onde certos estabelecimentos PROIBEM a amamentacão.

Dar peitão fora de casa, só com blusa apropriada e fraldinha... mas minha bebe não curtia muito a fralda. A solucão foi uma capa de amamentacão (http://loja.babymoment.com.br/), que cobre tudo e ainda deixa um vão onde podemos observar o bebe. Acho o preco meio salgadinho, mas se vc pesquisar na net, vai encontrar sites que ensinam como fazer em casa.

estou no Brasil de férias e como vivo saindo pra encontrar com amigos, essa capa já me salvou diversas vezes...

O Miguel está cada dia mais lindo...

bjs

Natália e Camila

Amanda disse...

Eu nunca liguei de amamentar em público, mas acho que os espaços reservados as mamães para amamentar deveriam ser mais respeitados, já que é sim um momento intimo e que merece carinho, ainda mais qndo as mães preferem privacidade!
A gripe ainda não deu as caras por aqui, e espero que continue assim!! E estou torcendo para que a gripe fuja da sua casa rapidinho!!!!

Bjinhossss

Angi disse...

Dri,
xô do fraldário,manézão!!
e melhoras dessa gripe!
ah,sobre o bocão, espero que eu pare de abrir qd ele comer sozinho, vou treinar!rs
bjos querida

Kel disse...

Oi amiga, espero que esteja melhor da gripe, Gueguel aki tá melhorando dessa maldita......

Bom com questão do fraldário eu respeito sua indignação e é válida já que tem muito tarado mesmo....Mas é relativo, eu mesmo sempre requisito a ajuda do meu marido nos momentos da troca e do leite, até pq como não amamento tem que ter outra pessoa pra pegar tudo na sacola e preparar o leite enquanto eu fico com Miguel no colo. Outro dia mesmo tava no fraldário dando leite e entrou um casal com gêmeos, não tem como ela dar conta de dois e ainda tinha um tio pra ajudar tb heheheheheheh
Mas enfim, cada um é cada um né.......

bjs doces e melhoras

Adriana Bandeira disse...

Meninas, valeu pelos comentários! Leio todos com muita alegria, sempre!
Kel, apesar do que me disse, eu acho que aquele cara não tinha nada que estar lá descansando na ala da amamentação. Veja bem, esparramado no sofá e nada mais, tirando o espaço e a privacidade de quem realmente queria amamentar, como eu, por exemplo. Enfim, no mundo existem pessoas mais folgadas que peido em bombacha, fica difícil ser feliz assim, heheheh!