quinta-feira, 9 de setembro de 2010

E vamo que vamo!!!!! Entrando na semana 26!

Caramba! O tempo voa! Parece que foi ontem que escrevi 14 na barriga, usando um kajall. E hoje, dia 9 de setembro, entro na 26ª semana. Faltam 98 dias para o final da gestação, o medo começa a cutucar a boca do estômago. Mas é um medinho diferente. Quem passou por isso sabe do que estou falando... vamos então ver o que é que tá pegando no mundinho do Miguel (e no meu também).
Só pra constar: na consulta de ontem, minha altura uterina estava em 26 cm.


Seu bebê está pesando cerca de 900-1000 gramas e medindo cerca de 32-36 cm de comprimento (dos pés à cabeça). Os vasos sangüíneos começaram a proliferar nos pulmões na última semana, os pequenos sacos de ar pulmonares (alvéolos) terminam sua formação nesta semana. Os pulmões continuam a produzir surfactante (um tipo de substância semelhante ao sabão) que permite a sua expansão durante a respiração. Ao lado do crescimento pulmonar, o cérebro continua a aperfeiçoar a atividade de ondas cerebrais para os sistemas visual e auditivo. A chance de sobreviver aumenta dia a dia a partir de agora. Um bebê nascido nessa fase tem 70 a 80% de chance de sobreviver se for atendido num berçário com boa experiência em prematuros. (Mas é bom que Miguel fique aqui ainda por um bom tempo).


A mamãe: No final dessa semana você está completando o 6º mês de gestação; está dando adeus ao 2º trimestre da gravidez. Seu útero está cerca de 7 cm acima do umbigo. É freqüente que ele apresente contrações e relaxe rapidamente; não entre em pânico. Você está percebendo as contrações de "Braxton Hicks". Elas são normais, indolores e acontecem em intervalos irregulares. Elas representam um tipo de preparo uterino para o parto, que ainda está longe. Não esqueça que o útero é um órgão muscular, e como tal apresenta discretas e rápidas contrações, sem provocar a dilatação do colo uterino ou parto.

2 comentários:

Rafaella disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafaella disse...

Oi Dri, tá quase lá, heim?
É a primeira vez que comento no blog, que delícia é acompanhar uma gestação tão especial, de uma mãe que ainda não tinha filho biológico, mas já tinha seus filhotes adotivos felinos e, inteligente e sensível como é, tratou de mandar pastar quem, por ignorância, ousasse aconselhá-la a se livrar deles.

Quão sortudo é nosso Buzuzu! Que vai crescer cercado de amor, do amor dos pais maravilhosos que ele tem e também do amor dos animais, que nós já sabemos que nos faz tão bem.
Miguel vai ter a chance de crescer e aprender, através do exemplo, o quão importante é a compaixão por todos os seres, humanos e animais.

Apesar de ainda não ter saído da barriga, seu bebê já é muito querido, como você.

Deus abençõe a vocês 3 e seus gatinhos!