segunda-feira, 8 de novembro de 2010

A "calçola" e o adesivo

Por mais que a gente necessite ficar em casa no molho, sempre há o que se fazer na rua. Ainda mais eu, que quase nem ando mais!!!
Neste último sábado, la fui eu patacolando comprar uma calçola para o pós parto. Aquelas belas lingeries senis, que me fazem a cópia fiel da Vovó Mafalda! Peguei 3 dessas. Andava com elas enroladas na mão pra ninguém perceber o naipe da minha aquisição. Mas era necessário. Só faltava, eu desse tamanho todo querendo usar uma daquelas microtanguinhas onde só se cobre a testa da Zoraide. Fora de cogitação. A loja Marisa (aquela grande rede de lojas de roupas principalmente femininas) inaugurou aqui em Jaú justamente semana passada, então imaginem só o fervo num sabadão de pagamento. Mas lá fui eu, amparada pelo marido, gastar meu rico dinheirinho nessas belezas, que segundo ele, broxariam qualquer taradão.

Como se não bastasse minha "felicidade" em comprar as calçolas, vi e ouvi coisas que me deram vontade de derrubar araras de roupas em cima do povão. Eita, que lá to eu, parada e muito na minha, ouço assim:

" - Ó lá, ó lá, 'óia' o tamanho dela, ce viu? Aquilo ali tá pá menina. Vai sê menina!"

Olho  em direção da voz e percebo que toda a atenção era pra minha pessoa, ou melhor, pra minha barriga. Affe, que além de falar errado bagarai, ainda errou o palpite. Encarei a dupla de Fifis, uma disfarçou e olhou pro lado, a outra olhou pra baixo. Desviei o olhar, mas continuei "só assuntano" com o canto dos olhos. Ouvidos bem abertos. Uma cobriu a boca e continuou:

" - Ó lá, a moça escuitô, mai óia, tá nos dia de parí, e é menina."

Não adianta cobrir a boca nem com uma calça jeans, se falar alto, eu ouço. Poxa, quanta gente "simprona". Hahahahah! Aí pra ferrar de vez, passou uma grávida perto, e ela mesma me encarou no estilo cara-pança-cara-pança. Aí já era demais. Peguei a fila de gestante, paguei a compra e vazei daquela loja, tá louco!!!!



Agora vou mudar um pouco de assunto. Não foi nesse final de semana que aconteceu, mas não faz tempo também que vi. Sabe aqueles adesivos pra carro, tipo: João a Bordo, Maria a Bordo, essas coisas? Pois então, eu vi um (eu não, o Flávio viu e me chamou a atenção) desses adesivos que juro, eu parei e fiquei ali olhando, imaginando se não teria inalado algum gás alucinógeno minutos antes. Tadinha da criança que roda dentro daquele carro. Judiação. Papai do céu que cuide da saúde, que o nome já era!
Vou dizendo antes de continuar, que o que vou dizer é opinião minha, achou ruim me pega na saída, ok?
No adesivo dizia assim:

LUAR AKINATON
A Bordo



Ahm? Como assim? Que diacho de nome é esse? É hominho ou muiezeinha??? Tem até musiquinha, ó:
"Não há ó gente ó não Luar como o Akinaton..." nhé, sem graça.
Eu juro, cartório algum deveria registrar uma criança com um nome tão medonho. Imagina essa criança, quando crescer e se enturmar na sociedade. Certamente será motivo de chacota! Uma pena... gostaria que os pais tivessem mais consciência na hora de batizar seus filhos.
Na internet (e até reportagem na Veja já saiu), você pode encontrar milhares de devaneios paternos. Vou postar alguns aqui. Espero apenas não servir de inspiração pra ninguém, né?


Agrícola Beterraba Areia Leão,
Alce Barbuda,
Aldegunda Carames More, 
Antonio Buceta (ihuu) Agudim, 
Antonio Camisão,
Antonio Dodói,
Antônio Ernane Cacique de New York, 
Bananéia Oliveira de Deus,
Bandeirante Brasileiro Paulistano,
Barrigudinha Seleida,
Capote Valente e Marimbondo da Trindade,
Caius Marcius Africanus,
Carabino Tiro Certo, 
Chevrolet da Silva Ford, 
Estácio Ponta Fina Amolador,  
José Teodoro Pinto Tapado,
Jovelina Ó Rosa Cheirosa,
Juana Mula,  
Leia mais nomes aqui.

 

6 comentários:

Cláudia Leite disse...

Dri,

Nos diga se gostou de usar esses calçolões tah? Quero saber o que devo comprar para o pós parto tb, e pretendo comprar o quanto antes, pois são aquisições very, very, very important.
Quanto esse povo olhando e comentando são assim mesmo... imagino que vão falar horrores de mim, pois tenho 1,50 e pareço mais nova que sou, as tiazinhas vão me apontar na rua e dizer: Olha lá a menininha grávida, que judiação! rsrsrs

bjoOOO!

Adriana Bandeira disse...

Claudinha
Usar a carçola é uma beleza, confortável como uma Zorba. Mas parou aí. É feia "di duê"...

Karina disse...

Eu fui na Marisa também para comprar umas calcinhas (nada inhas) para levar para a maternidade, Eu também deixava elas meio que enroladas...hahaha dizem que a melhor coisa é usar essas calçolas no pós parto né?! Então la vamos nós...

Bjos!!

Lica disse...

ahahahah..OOiiiii Driiii! Ai amiga, juro que não me canso de ler o que vc escreve, vc tem jeito pra coisa, tava aqui morrendo de rir....Odeio calçola tmb, mas fazer o que né!?rsrsrsr Depois a gnete faz uma lipo ( Ah tá.... rsrsrs ) e poe uma calcinha até com rabinho atrás....kkkkk
Bjinhos lionda e ótima semana pra "ôcê" e pro Miguelito!
Smackkk

Kat disse...

Huahuahuahua ai ai Dri "Luar Akineton" a bordo foi o máximo, morri de rir!!! Akineton parece Tutankamon o faraó kkkkkkkkkkk. Ai ai mas vamos parar de rir do nome dos filhos dos outros né kkkkkkkkkkkkkkkkk. Mas só mais um pouquinho kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, pq também me lembrei de Annylliz Lavighne kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Sobre as calçolas, esquenta não, depois que passar a fase jabulani vc pode costurá-las e fazer um balão pra voar por aí com o Flávio e o Miguelim kkkkkkkkkkkkk.

Amanda disse...

Dri, vou te contar que Maridex chama essas calçolas e os sutians beges e enormes de Anticoncepcional! Sim, ele diz que o negócio é tão broxante que é impossível engravidar usando uma dessas!!!!
Qnto a nomes, cada dia me surpreendo mais!!! Qndo fomos escolher o nome dos filhos pensamos em nomes totalmente brasileiros, para facilitar a vida do pequeno, e nomes que nos agradassem, foi coplicado, mas escolhemos um nome que acho que não trará constrangimentos para nossa bebê!

Bjinhossssssssss