segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Miguel e o bolo de aniversário

Talvez muita gente ainda não saiba, mas um de meus maiores prazeres é cozinhar. E comer. Claro, porque uma coisa complementa a outra. Comecei a bater panelas aos 7 anos de idade e desde então nunca mais parei. Na gestação do Miguel, dei para fazer bolos, coisa que até então não era lá o meu forte.
Hoje, aliás, faço pães de mel especiais e alguns doces e tortas no pote para ajudar na renda doméstica, além de sorvetes, tem dado certo.
Mas o assunto de hoje não é exatamente esse, embora tenha tudo a ver.

É que amanhã, dia 7 de outubro, é meu aniversário. E todo ano acaba passando em branco, coisa que me deixa muito, mas muito chateada. Ano passado eu ganhei um bolo da madrinha, mãe e prima, porque sabe como é, eu estava de barrigão do Arthur, veio a surpresa e foi tudo de bom, mas tirando isso eu realmente fico chupando o dedo todo ano. Desde criança, nunca tive uma festinha, acho que acabou me deixando carente. Ô, dó!
Por esse motivo, resolvi usar meus conhecimentos para me dar de presente um bolo bem gostoso e bonitinho. Comecei a fazê-lo ontem e hoje finalizei. Miguel como sempre, acompanhou de perto. Ele fica sempre muito interessado em tudo, faz perguntas, pede para experimentar. E hoje o diálogo foi muito legal. Segue (já traduzido para o português, com a tecla SAP):


- Mamãe, é um bolo? Que lindo!
- É filho! Gostou?
- Sim. É pro Miguel? (ele às vezes se refere a ele mesmo na 3ª pessoa)
- Esse é pra mim, filho. Amanhã é meu aniversário.
Ele olha, sorri e logo dispara:
-É? Eu vou na sua festa! Eu, nenê, papai, mamãe.
E continua:
- É de chocolate? Que lindo! Mamãe, divide comigo?
-Como é Miguel? Você quer que eu divida o bolo?
- Miguel, papai, nenê, mamãe. Bolo de chocolate. É, eu quero.
- Claro que eu divido, meu amor - eu já estava besta com o discernimento dele - Você quer um desses no dia do seu aniversário?
-Sim. Eu vou comprar uma bicicleta cor de rosa de menina pra mamãe e eu vou comprar uma bicicleta azul de menino pro Miguel. Mãe, põe isso no meu dedo? (pedindo chantilly)
Meu menino sabe das coisas! Óiiiinnnnnnn!!!!

Precisei cantar o parabéns antecipadamente porque o Miguel quis provar o bolo.
Eis meu bolo. Receita logo abaixo.
Meu, que delícia!

E se você gostou e quer fazer igual, anote a receita:

Bolo de aniversário da Didi

Massa

  • 3 ovos
  • 100g de margarina  + 1 colher (sopa) bem cheia de margarina Qualy - veja bem, a outra margarina pode e deve ser de outra marca. A Qualy vai te garantir uma massa fofa porém firme. 
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 3 xícaras de leite
  • 2 colheres (sopa) de chocolate em pó (não é achocolatado hein?)
  • 500ml de leite morno
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • Forma redonda forrada com papel toalha (somente o fundo)


Bata na batedeira os ovos, a margarina e o açúcar até obter um creme fofo e claro. Desligue a batedeira e coloque um pouco da farinha e do leite, ligue a batedeira novamente em velocidade mínima e vá incorporando até terminar tudo. Desligue e misture delicadamente o fermento. Despeje a massa na forma e asse em forno a 200º por cerca de 40 minutos.  Deixe esfriar.

Baba de moça

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 garrafa de leite de coco
  • 3 gemas sem a película
  • 1 xícara (chá) de açúcar


Misture tudo e leve ao fogo baixo mexendo sempre até engrossar. Deixe esfriar completamente.

Mousse de chocolate meio amargo

  • 100g de chocolate meio amargo
  • 100ml aproximadamente de creme de leite
  • 150ml aproximadamente de chantilly batido


Derreta o chocolate com cuidado para não queimar. Misture rapidamente o creme de leite até obter um creme mais escuro, liso e brilhante. Incorpore o chantilly batido. Se endurecer muito, vá colocando o creme de leite até conseguir uma textura macia porém firme.


Finalização:
Desenforme e corte o bolo em 3 discos (remova o papel toalha, não esqueça rsrs).
Forre a mesma assadeira em que foi assado com filme plástico e deixe bastante sobra do plástico para fora da forma. Coloque o primeiro disco. Molhe com a calda escolhida (calda de água e açúcar fervidos, guaraná sem gás etc) e espalhe a baba de moça com generosidade, inclusive nas laterais. Cubra com o segundo disco de bolo. Molhe e recheie com a mousse. Cubra com a terceira camada de bolo, molhe. Feche com o plástico excedente tampando bem o bolo e coloque algo reto como uma tábua de corte, assadeira grande que cubra todo o bolo para fazer peso. Por cima coloque pesos, que pode ser saco de arroz, feijão, açúcar, o que vc tiver em casa.  Isso se chama prensar o bolo. Veja imagens na internet caso tenha alguma dúvida. Leve à geladeira por cerca de 8 horas.
Depois disso, desenforme o bolo e cubra como quiser. Decore a gosto. Eu usei chantilly de chocolate e placas e arabescos de chocolate.




4 comentários:

Cláudia Leite disse...

Parabéns, parabéns, tudo de bom para você Driiii!!!!!
Você é uma super mãe especial, uma tremenda cozinheira!
Mesmo nos períodos mais difíceis, você sempre dá um jeito em tudo, no cansaço, na correria, e até nas doencinhas!

Bjão grande, você merece mesmo uma festa!!

Meriene Zamprogno disse...

Estou pegando muito gosto por cozinhar, só não acho que tenho muita mão para bolo e doces, agora tenho uma cozinha muito pequena o que também me desanima, mas vou me mudar para uma casa onde a cozinha vai ser bem espaçosa, achei o bolo com uma cara ótima, deu maior vontade de comer!

Adriana Bandeira disse...

Claudinha,, muito obrigada por tanto carinho! A gente se desdobra, faz o que pode e no final, se dá conta de que cada gota de suor ou lágrima derramados valeu a pena! Bjo!!!!

Adriana Bandeira disse...

Meriene, a minha cozinha é pequena, do tipo americana, e eu nem tenho mesa nela. A mesa fica do outro lado, na sala. Só conto com um balcão de apoio (na foto) e é nele que eu trabalho! E esse bolo é muito gostoso e acredite, fácil. Faz aí pra sua galerinha!!!! Beijos!!!!!!