quarta-feira, 13 de abril de 2011

Nem tudo são flores...

Não é a cara do Mimi?

No início, pensei que fosse culpa da vacina, já que provoca reações desde febre, dor, até diarréia e irritação. Mas meu instinto de mãe me diz que não, não tem nada a ver com a vacina. Tenho duas linhas de pensamento: uma, de que Miguel estaria enfrentando mais um salto de crescimento, exigindo colo, dormindo mal, ficando chato pra dedéu. Outra seria a chegada do primeiro dentinho, porque ele tem babado o dobro de antes e irritadíssimo, não pára de chupar a mão. Morde até meu peito. Mas confesso que quando olho a gengivinha dele, vejo um calombo branco, não na ponta e sim no meio. Não sei se é isso o tal ponto branco que comentam por aí.
Na segunda-feira, ele tomou as vacinas dos 4 meses (pólio, rotavírus e tetra) e ficou manhoso, febril. Dei um desconto. Ontem, acordou num puta mal humor e me botou na lona o dia todo. No fim, eu estava tão exaurida, tão pistola da vida, que eu queria tacar o Miguel na parede. Que feio, dona Adriana!!! É, eu sei, mas pelo menos sou sincera. Não tenho sangue de barata não! Sabe o que é ficar o dia inteiro com mais de 7 kg no colo, se revirando, contorcendo, choramingando, mordendo teu mamilo, e que por mais que você faça nada está bom? Presa dentro dessa casa imunda, pior que um chiqueiro de porcos, porque eu não dou conta de passar uma mísera vassoura? Essa casa é de aluguel, bonitinha, mas ordinária. Ainda mais com chuva, que as paredes emboloram e ficam pretas feito fundo de tacho. 
Voltando ao péssimo humor do garoto, olha só o que me aconteceu... minha cabeça tava coçando por falta de água, tava já cheirando a ninho de pombo, não poderia esperar até as 8 da noite pra lavar. Eu não aguentava mais, ia acabar ferindo o couro cabeludo de tanto meter a unha. Levei o Miguel comigo ao banheiro e entrei embaixo do chuveiro. Preciso dizer que não terminei? Saí com a cabeça cheia de creme, enrolei na toalha e forçadamente fiquei assim até a noite, quando finalmente consegui enxaguar (tava com o cabelo duro). Dureza, nem isso eu pude fazer direito! E o chororô foi assim até as 9 da noite, quando Miguel capotou no colo do pai e de lá, foi direto pro berço. Dormiu até 7:45 de hoje e ja acordou no mau humor costumeiro. Me lembrei na hora da amiga Than, com a Anna Laura que tem exatamente a mesma idade e que também anda dando o que falar. Seja lá o que for, dente nascendo, reação vacinal, salto de crescimento ou o escambal, espero que passe logo, porque eu preciso cuidar da vida, de mim, dele, da casa, de tudo, e ficar o dia todo feito uma macaca com a cria pendurada, não dá!

8 comentários:

Merciana Amorim disse...

Nossa Dri eu tbm ando me sentindo assim, esquecida totalmente de quem fui, pernas cabeludas, ñ só elas rsrs, sombrancelhas e unhas nem se falam, perder a paciencia as vezes, é normal somos de carne e osso, a onda agora aqui é durante a madrugada a bonitinha ñ dormir duas horas seguidas, acorda querendo mamar, já to quase me rendendo a introduzir o LA somente a noite pra ver se ela sustenta mais o sono, to entre a cruz e a espada, a Pedi ñ quer nem ouvir falar nisso, um abraçãoo e que essa fase vá logo embora...

Cláudia Leite disse...

Ele deve ter te dado um baile mesmo durante o dia... pois dormiu muito bem a noite toda neh?

Vou lavar meus cabelos enquanto posso...

Lu disse...

Não é só vc e a Than que estão penando não... Eu tb to passando pela mesma coisa... Começou semana passada, até no PS levei, achando que era dor de ouvid. Hj o Gu está melhor, viu? Agora está até assistindo TV deitadinha na minha cama... Sei lá se foi (ou ainda é) salto de desenvolvimento. Pela tabela não era pra ser, mas não tem outra explicação. Semana passada ele chorava no meu colo!!! Tb me mordeu o mamilo. Dormiu super mal. Esta noite já foi melhor, dormiu tarde, mas acordou só 2 vezes. Força aí!

Anônimo disse...

nao sei se isso serve de consolo, mas não tão no passado assim (pense na sua bisavó quando era bebê, por exemplo) as crianças não choravam menos, e as mães precisavam trabalhar ainda mais. solução? bom, ninguém nunca morreu de chorar. as mães deixavam os bebês lá se matando de berrar e iam fazer o que tinham que fazer, já que com colo ou sem colo eles iriam chorar do mesmo jeito.
Obviamente nao estou te dizendo o que fazer, nem que está fazendo certo ou errado (seria o cumulo da falta de vergonha na cara =P) mas acho que você poderia considerar não entrar em desespero com tanta rapidez quando ele começa a chorar. Eu acredito que ele aguentaria 10 minutinhos no berço enquanto você terminava de lavar o cabelo, por exemplo, mesmo que ele estivesse se esguelando. você só teria que conseguir ignorar aquele choro estridente que entra lá no fundo da alma =P

Andrea Fregnani disse...

Oi, Adriana, que dureza hein, qnd o cansaço pega pra valer é muito difícil pra gente...
Voud ar umas dicas, não sei se dará certo com o Miguel.
Eu sempre passeio com a Alice pela manhã, ela toma sol, se distrai e cansa, com 4 meses ela ficava acordada por umas 3 horas e dormia de novo, então eu sempre brincava muito com ela qnd acordada e sabia que ela ia dormir por um tempo pra eu fazer minahs coisas, com 2 meses ela já via DVD, adora a Casa do Mickey, são episódios curtos, mas que ditraem para dar um tempo pra gente tb, a Alice se irrita se não estiver brincando, passeando, vendo DVD, essas coisas...
bjs

Sabrina disse...

Oi amiga! Vc já experimentou colocar ele no carrinho enquanto vc toma banho?Eu fiz isso algumas vezes, quando os urubus já estavam voando baixo perto do meu apto...rsrs.A Maria Cecília ficou quietinha por alguns minutos,e agora que já cresceu mais, até ri quando brinco de esconde-achou!Faça isso e me fale depois, quem sabe dá certo?
Eu sei bem como é não ter tempo pra nada, o dia passa e a gente nem se cuida, nem cuida da casa...só deles.É complicado, eu sei, mas se vc ficar muito nervosa, passará isso para ele...é fato.Tente (eu disse tente) manter a calma.Se estiver muito irritada, deixe ele no berço, ligue o móbile (se tiver) e saia por alguns instantes...tome uma água...tente se acalmar!É isso aí amiga...estamos juntas!
beijo me liga!

Adriana Bandeira disse...

Vou responder generalizando:
Não quero deixar o Mi chorando mais do que ele já chora. Não vou imitar meu pai, que acha que bebê tem é que chorar e tomar palmada pra não ficar manhoso. Acho que se o bebê chora, é porque algo o incomoda, no caso dele, só pode ser salto de crescimento ou nascimento de dente. Dor não é porque ele não passa o dia todo chorando, mas está muito carente.
O Miguel não fica no berço durante o dia, tudo o que faço ele vai atrás de carrinho. Aqui tem DVD infantil, tem bichinho, tapete de atividade, mas nesses dias, nada a não ser meu colo, o consola. Pra quem falou em levar o carrinho pro banheiro, no próprio post eu digo que fiz isso, mas não funciona de jeito nenhum. O Miguel, percebo que é muito genioso, deve ter puxado aos pais, só pode. Eu mantenho a calma sim, caso contrário não teria passado vontade de mandar ele pra parede, hahahah, como muita mãe também um dia pensa em fazer (claro que isso é metafórico). Creio que apesar de tudo, tenho uma paciência de Buda. Agora fico pensando se alguém teria essa paciência numa creche...

Than e Anna Laura disse...

Dri é dureza!!!!!!!!
As coisas essa noite melhoraram, mas nunca se sabe como sera aproxima...rs...
Deve ser algum pico, só pode!

Bjos em vcs