segunda-feira, 18 de novembro de 2013

33 semanas

Às vésperas de fazer meu último ultrassom.
Às vésperas de o Arthur chegar. De passar por tudo novamente. O medo, a ansiedade. Tudo voltou e desta vez, parece que com maior intensidade. Nem parece que já passei por isso! A contagem regressiva começou. 33 semanas. Faltam no máximo 7 para o dia D mas cada dia agora que o Arthur fica aqui dentro é uma vitória. E também um descanso. Tenho medo do que está por vir. Vejo relatos de mães se descabelando. Eu já pensei mil coisas nesse meio tempo e tudo o que posso dizer é que eu tenho medo de fraquejar! Mais ainda que da primeira vez.  E o Arthur? Será que se desenvolveu direitinho? Será que ele está bem? Tem pernas, braços, enxergará meu rosto? Medo!
Agora o cenário é outro sob todos os ângulos. Me sinto mais sozinha do que nunca. Mais sem recurso, mais limitada, mais cansada, com o dobro de responsabilidade nas costas. Vão dizer, quem mandou engravidar? É, ninguém mandou e agora eu aguento o rojão, ué. Não reclamo de nada, apenas digo que tenho medo. Qual ser humano, por mais forte que seja, não sente medo?

3 comentários:

Taly Watanabe - Dona Mocinha disse...

Olha eu aquiiii matando saudade desse cantinho gostoso!!
Que barrigão lindoo q vc está..
Está chegandoo hein??
Bjs grandes

Thania disse...

vai dar td certo dri!
ñ é facil msm, mas vc ja ouviu alguem dizer q a causa mortis daquela mae foi "dois filhos"???? kkkkk
ñ né!
portanto...rs
relaxa!

bjooos

Cláudia Leite disse...

Na gestação, são tantos sentimentos envolvidos... por mais que estejamos certas de que sim, é aquilo que queremos, sempre temos nossos medos, nosso "e se", e "se"... é bem normal... nos questionamos tb.

E que venha Arthur, cheio de saúde!!!!